Dois de fevereiro: Dia de Iemanjá


Abracei o mar na lua cheia, abracei
Abracei o mar
Escolhi melhor os pensamentos, pensei
Abracei o mar
É festa no céu é lua cheia, sonhei
Abracei o mar
E na hora marcada dona alvorada chegou para se banhar
E nada pediu, cantou pra o mar (e nada pediu)
Conversou com mar (e nada pediu)
E o dia sorriu
Uma dúzia de rosas, cheiro de alfazema
Presente eu fui levar
Nada pedi, entreguei ao mar (e nada pedi)
Me molhei no mar (e nada pedi) só agradeci
.
(Composição de Gerônimo e Vevé Calazans)
.
Dois de fevereiro: dia de um dos maiores símbolos da cultura popular Nordestina, Dia de Iemanjá.

Deixe uma resposta

EnglishPortugueseSpanish
Abrir o chat
Precisa de ajuda?